10 de fev de 2011

Anjo decaído

(...), eu não era um anjo decaído: era um anjo que caía em si. Caí em mim e fechei a cara.
Clarice Lispector no conto "Mal estar de um anjo". No livro "Para não esquecer". Rocco, p. 35

Nenhum comentário:

Postar um comentário